| 
  • If you are citizen of an European Union member nation, you may not use this service unless you are at least 16 years old.

  • You already know Dokkio is an AI-powered assistant to organize & manage your digital files & messages. Very soon, Dokkio will support Outlook as well as One Drive. Check it out today!

View
 

Bolo de Aipim

Page history last edited by Elis 15 years, 8 months ago

 

Bolo de Aipim

                                                                                                                   

Receita:

1Kg de Aipim;

1 Coco ralado, dos grandes;                                                                                                                           

4 Ovos;

2 Xícaras de chá de açúcar;                                                                                                                         

2 Colheres de sopa de manteiga bem cremosa;

1 Colher de café de canela em pó; 1 Xícara de chá de leite de coco;

1 Pitada de sal temperado. 

 

Informação:

Grau de dificuldade: Média.

Serve: 7 pedaços em média.

Tempo de preparo: 50 minutos. 

 

Modo de Preparo:

1- Coloque em uma batedeira a manteiga, ovos, açúcar e bata bem.

2- Adicione Aipim ralado (Atenção: o aipim deve ser espremido um pouco para retirar o excesso de líquido), o coco ralado, o sal e o leite.

3- Misture tudo com uma colher e depois coloque numa forma, que pode ser redonda ou em tabuleiro que já deverá estar untado com a Manteiga e o Polvilho com a farinha de trigo.

4- Leve ao forno médio por cerca de 1 hora.

5- Quando estiver corado, o bolo estará pronto para ser servido.

 

Tabela de Preços  

Ingredientes

Mercado A

Mercado B

Aipim

R$ 0,55

R$ 0,60

Fermento (100g)

R$ 2,35

R$ 2,00

Ovo (unidade)

R$ 0,25

R$ 0,19

Açúcar (Kg)

R$ 1,98

R$ 2,30

Leite

R$ 1,05

R$ 1,19

Canela

R$ 2,25

R$ 2,00

Manteiga (200g)

R$ 1,99

R$ 2,15

Leite de coco (200ml)

R$ 2,69

R$ 2,89

Sal (1kg)

R$ 6,80

R$ 7,00

Coco Ralado (100g)

R$ 2,67

R$ 1,99

Custo da receita:

R$ 22,58

R$ 22,15

 

 

O Aipim!

Conta uma lenda tupi que a filha de um chefe indígena gerou, seu pai, uma criança. Enfurecido, o chefe condena a pobre moça à morte. No entanto, em sonho, ele recebe um aviso para não executá-la, pois o bebê era fruto de um milagre. Nasceu uma criança linda e muito branca chamada Mani. Ao completar um ano, sem razão Mani morre, por ser muito amada, é enterrada no centro da oca da família. No lugar onde seu corpo foi sepultado, brota uma planta que, em pouco tempo, faz rachar a terra com suas poderosas raízes. Estas eram brancas como a pequena Mani e, por isso, a planta foi chamada de ''Manihot'' e cultivada por todos os indígenas.

 

 

                                                      Atividade Econômica

          Primário - plantação.

       Secundário - industrialização.

       Terciário - comércio.

Primeiro o aipim é plantado, depois é transportado pra indústria que transporta o alimento e lá é transformado em alguns produto. Por último ele é levado para o mercado, nas feiras, etc, onde é comercializado.

A maior parte da plantação de aipim localiza-se na Amazônia. Temos no Rio Grande do Sul e o Nordeste brasileiro como outros grandes produtores.

 

 

Referência Bibliográfica:

www.suareceita.com.br/

BERLAND, Gisela Tomanik. Um tico-tico no fubá: sabores da nossa história. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2005.

 

Pesquesa realizada pelos alunos Fernando Luiz E Gustavo Lincoln.

Comments (1)

Elis said

at 11:37 am on Dec 8, 2008

A receita e o modo de preparo, estão bem explicados.
A receita é de um preço acessível a maioria da população,e facíl de achar os ingredientes.
A história do aipim é bem interessante e está escrita de uma forma clara de se entender.
Vimos também que o aipim é de origem indígena que por sua vez foi dado o nome aipim por uma filha do chefe da tribo indígena TUPI.

NOME:Bruna e Bruno.

You don't have permission to comment on this page.